Arquivo da categoria: Vida Cristã

Artigo – Dicas para aproveitar melhor a leitura da Bíblia


Dicas para aproveitar melhor a leitura da Bíblia

bibliaMatemática se estuda fazendo cálculos. Português, com leitura e redação. Inglês, com listening espeaking. E a Bíblia? Este artigo vai ensinar a você cinco passos para interpretar corretamente o Livro Sagrado.

Ore

Ninguém melhor para explicar um livro do que o seu autor. Antes de estudar uma passagem da Bíblia, peça a iluminação dAquele que a inspirou. Depois, ore agradecendo as bênçãos recebidas por meio do estudo e peça forças para praticar o que aprendeu.

Deixe a Bíblia interpretar a si mesma

Antes de buscar ajuda de fora – de algum livro ou professor – procure outros textos bíblicos que esclareçam o que você selecionou. Para isso, veja se sua Bíblia tem umas letrinhas sobrescritas no texto e referências no rodapé da página ou na coluna do meio. Se você procurar as passagens indicadas, descobrirá mais informação sobre o assunto. Bíblias de estudo, concordâncias e dicionários bíblicos são ferramentas que podem ajudar.

Analise o contexto

Há um ditado que diz que “um texto fora do contexto vira um pretexto”. Ao estudar as Escrituras, leve em consideração o capítulo e o livro em que se encontra o trecho que você escolheu, bem como os versos que estão antes dele e os que vêm depois. Com a ajuda de um comentário bíblico, procure entender quem escreveu e quando, onde, para quem e por que escreveu. Procure também descobrir o que acontecia na época em que o texto foi escrito.

Compare

A Bíblia é uma só, mas sua linguagem depende da tradução. Se você tiver dificuldade em compreender o vocabulário mais clássico de versões como a Almeida Revista e Corrigida e a Revista e Atualizada (SBB), opte por versões contemporâneas como a NVI (Bíblica Brasil) e a Almeida Século 21 (Vida Nova). Compare várias versões para ter uma compreensão mais ampla do texto.

Aplique

Não adianta nada conhecer a Bíblia de capa a capa e não viver o que ela ensina. Após o estudo, pergunte a si mesmo: Que lições posso extrair deste texto? Diante disso, o que devo fazer? Anote suas respostas nas margens da página ou em um caderno e releia periodicamente o que você escreveu. Isso ajudará você a não perder o foco.

Fontes: George W. Reid (ed.), Compreendendo as Escrituras (Unaspress, 2007); Roy Zuck, A Interpretação Bíblica (Vida Nova, 1994); Hermenêutica” (anotações de classe, 2009).

 

Obrigado pela leitura deste post. Visite a Página Inicial –CLIQUE AQUI

Anúncios

Artigo_ O Que é Um Discípulo?


O Que é um Discípulo?

Antes de falarmos sobre o que é um discípulo, vamos observar esta ordem clara que o Senhor Jesus nos deu: “E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” Mt 28:18-20

Esta foi a última palavra de Jesus aos seus discípulos. Até parece que este é o ponto mais alto do Novo Testamento. É como se o senhor estivesse todo o tempo preparando o terreno para dar esta palavra. Depois de fazer tudo o que o Pai lhe encomendara, finalmente o Senhor podia dar esta ordem: “…Fazei discípulos de todas as nações…”.

Podemos negligenciar este mandamento? Ou podemos fazê-lo de qualquer jeito, ou da maneira que acharmos melhor? NÃO. Devemos Buscar com toda diligência e procurar entender bem. O Senhor ressuscitado nos deu uma ordem e devemos cumpri-la a risca.

O Senhor não nos mandou juntar gente para fazer reuniões. As reuniões são importantes, assim como a cura dos enfermos. Os sermões tem o seu lugar, e certamente devemos cantar e louvar. Contudo o fundamental é fazer discípulos. A não ser que isto seja bem entendido, todas as outras coisas importantes serão a casca de uma fruta oca. Serão um amontoado de atividades sem propósito e sem valor eterno.

O que é um discípulo?

Comecemos com uma declaração objetiva:

Um discípulo é alguém que crê em tudo que Cristo disse e faz tudo que Cristo manda.

É importante entender que no contexto do Novo Testamento não existe ninguém que seja convertido e não seja um discípulo. Convertido, salvo, discípulo, são todos termos que se referem a uma mesma pessoa, sendo que, cada termo salienta um aspecto diferente da vida ou experiência desta pessoa:

  • Salvo: o que foi liberto da condenação e do poder do pecado.
  • Convertido: que passou por uma transformação de mente.
  • Discípulo: seguidor, praticante dos ensinos do mestre, submisso.
  • Crente: que crê

Cada um desses termos tem um significado diferente, mas todos eles são aplicados a uma mesma pessoa. Se não entendermos isso, viveremos em confusão. Porque ?

Porque é comum encontrarmos pessoas que se dizem convertidas, crêem sinceramente que são salvas, mas que, contraditóriamente a isto, dizem que seu alvo é serem submissas a Cristo. O seu desejo é “um dia” serem consagradas e totalmente entregues ao Senhor.

Ora isso é uma grande confusão, pois como alguém é convertido se não se entregou total e incondicionalmente s Jesus Cristo (Mt7:21), renunciando a tudo quanto tem (Lc14:33) e a própria vida (Lc14:26)?

Sabemos também, e isso afirmamos com tristeza, que um espírito de falsa profecia semelhante ao que havia em Israel na época de Jeremias, tem enganado a muitos. Naqueles dias quando o povo estava sob a condenação de Deus por causa da sua rebelião, falsos profetas diziam que havia paz com Deus, levando o povo ao engano. Este engano impedia o povo de experimentar um verdadeiro arrependimento.

“Também se ocupam em curar superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.” Jr 6:14

“Assim diz o Senhor dos exércitos: Não deis ouvidos as palavras dos profetas, que vos profetizam a vós, ensinando-vos vaidades; falam da visão do seu coração, não da boca do Senhor. Dizem continuamente aos que desprezam a palavra do Senhor: Paz tereis; e a todo o que anda na teimosia do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós.” Jr 23:16-17

Nestes dias Deus está restaurando o entendimento do evangelho do reino, para que se cumpra a profecia de Ml 3:18 “Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que o não serve”.

Aquele que pretende ser um convertido sem ser um discípulo, não encontrou tal pretensão nas escrituras.

Um convertido é mais que um crente. É um discípulo.

Podemos nos referir a uma pessoa que está no Reino de Deus usando qualquer um dos termos que aparecem nas escrituras, mas devemos nos acostumar a usar o termo discípulo, porque:

  • É o termo mais abrangente. Expressa com mais exatidão a realidade da vida de alguém que pertence ao Reino de Deus.
  • É o termo que Jesus, os apóstolos e os primeiros irmãos usaram. O termo discípulo aparece 260 vezes no Novo Testamento. O terno crente aparece 15 vezes.

Um Discípulo é algém qua aprende, vive o que aprende e o comunica a outros.

Obrigado pela leitura deste post. Visite a Página Inicial –CLIQUE AQUI

Gospel se abre ao rap, reggae e eletrônica em busca de renovação


Gospel se abre ao rap, reggae e eletrônica em busca de renovação

pregadorGênero que move R$ 1,5 bilhão por ano no Brasil tenta ir além das figuras tradicionais dos padres cantores

Cultuado entre lutadores de MMA, o rapper paulistano Pregador Luo lança álbum pela Universal: ‘Está todo mundo cansado de ouvir as mesmas histórias’, afirma – Marcos Alves

RIO – A fé do Pregador Luo é grande, mas não remove paredes. Encostado em uma delas, na sala de conferências da Universal, em um condomínio na Barra da Tijuca, o rapper paulistano acompanha o lançamento do braço digital do selo gospel da gravadora, o Universal Music Christian Group. Nos dois pequenos palcos improvisados no local, lotado por convidados e funcionários da empresa, as dez apostas da major — que, como outras, enxerga nesse cada vez mais lucrativo filão uma salvação do seu negócio — vão se revezando, em curtas apresentações, nas quais invariavelmente agradecem a Deus por estarem ali. Em meio ao desfile de sonoridades e palavras previsíveis, uma exceção é a dupla mineira Entre Salmos, com duas cantoras de estilo soul e agitadas coreografias de hip-hop.

— Gosto da levada moderna delas — aprova o rapper, que lança em setembro “Governe!”, seu primeiro álbum pela Universal, um CD físico, não só digital. — É uma evolução do som de artistas como Marvin Gaye, hoje representado por gente como D’Angelo.

Articulado e esclarecido, o Pregador Luo não chega a ser um novato — aos 39 anos, faz parte do grupo Apocalipse 16 e é dono de seu próprio selo, o 7 Taças, por onde já lançou, com muito sacrifício, cinco discos independentes, entre eles “Música de guerra”, de 2008, com temas criados especialmente para lutadores de MMA, em cujo meio é celebrado. Mas sua chegada, renovado, a uma das maiores gravadoras do planeta coincide com uma mudança de hábito desse universo. Marcado pela sóbria figura de padres cantores, o “rebanho” da música gospel — que movimenta anualmente em torno de R$ 1,5 bilhão no Brasil e desde 2010 tem sempre pelo menos dois artistas na lista dos mais vendidos do país — abre-se não apenas para o rap do Pregador e o r&b do Entre Salmos, mas também para a eletrônica do DJ PV e o ritmo ondulante do cantor Salomão do Reggae, entre outros exemplos.

— O gospel se firmou como uma força no mercado fonográfico. E tem buscado a renovação para atingir um número cada vez maior de pessoas — afirma Maurício Soares, diretor artístico do selo gospel da Sony Music. — Os artistas mais novos aprenderam que têm que buscar outras formas de se comunicar com o público, além daquele discurso tradicional.

Exemplo dessa adaptação aos novos tempos é o DJ PV (de Pedro Vitor, seu nome de batismo), que acaba de lançar o CD/DVD “Som da liberdade 2.0”, seu primeiro pelo Sony Music Gospel, gravado ao vivo em um ginásio em Goiânia, onde nasceu. Ex-dançarino de um grupo de hip-hop, ele começou a discotecar em 2007 e hoje, atuando também como produtor, é uma das estrelas do chamado gospel eletrônico. Seus vídeos têm milhões de acessos no YouTube, e suas apresentações incluem um robô de LED e uma guitarra Nintendo Wii (a mesma usada no popular jogo “Guitar hero”).

— Uso essas ferramentas para tornar as minhas apresentações mais dinâmicas — explica ele, fã de Swedish House Mafia e David Guetta, falando por telefone de Portugal, no meio de uma turnê pela Europa. —Tenho mostrado que é possível levar a palavra de Deus de forma atual e divertida. Acredito que isso tem ajudado a quebrar preconceitos em relação ao gospel.

A repercussão nas redes sociais do trabalho de artistas como o DJ PV tem sido usada como medida para o mercado fonográfico avaliar o alcance de suas novas “ovelhas”, como explica Fernando Lobo, gerente de A&R da Som Livre, que também tem um departamento exclusivamente dedicado a esse segmento e possuiu em seu cast artistas como o cantor André Valadão, com cinco milhões de seguidores no Facebook.

— A exposição nas redes sociais é, sem dúvida, um referencial importante para avaliarmos a evolução desse universo, que tem muitas particularidades. E com o crescimento do público evangélico, uma nova leva de artistas parece estar em busca de formas mais variadas de fazer contato e passar sua mensagem. Mesmo assim, com o amadurecimento desse mercado, há um funil pelo qual só os mais talentosos e profissionais vão passar.

Ex-vendedor de artesanato nas ruas e praias de Cabo Frio, onde mora, o cantor e compositor Salomão Rocha encontrou no ritmo jamaicano de onde tirou o nome artístico o veículo ideal para passar por esse funil e conquistar seu próprio público. Admitindo não ter um disco sequer de Bob Marley em casa, ele garante que o reggae “brotou” espontaneamente no seu coração e serviu de inspiração para que criasse as músicas que estão no seu CD/DVD de estreia, “Igual a você”, que lança até o fim do mês pelo Sony Music Gospel. A mesma busca por um lugar ao sol — ou nos céus — move as irmãs Fabiane Souza e Cássia Rodrigues, do Entre Salmos, cujo álbum “Daqui pra frente”, inspirado por Beyoncé e pela dupla americana Mary Mary, vai ser distribuído, em formato digital, pela Universal.

— Acho que está todo mundo cansado de ouvir as mesmas histórias, os mesmos discursos, sem um sabor novo — resume o Pregador Luo, fã do militante grupo americano Public Enemy. — Precisamos questionar até mesmo o conservadorismo do meio gospel para avançarmos juntos, independentemente da religião, na busca por um mundo mais justo. Deus para mim é isso.

 POR CARLOS ALBUQUERQUE

Obrigado pela leitura deste post. Visite a Página Inicial – CLIQUE AQU

Artigo – 26 Razões Para Parar de Ver Pornografia


26 RAZÕES PARA PARAR DE VER PORNOGRAFIA – Artigo

Consequências destrutivas que a pornografia tem sobre um homem.

As seguintes consequências são o que acontece quando um cristão vê pornografia. A lista cobre uma grande área dos resultados negativos que a pornografia tem sobre um homem que é seguidor de Jesus.

  1.  Alienação de Deus. Você não mais se sente próximo de Deus. Você não experimenta o poder de Deus. Você não mais tem a alegria de sua salvação.
  2. Cega você para as consequências. Temporariamente te desliga da sua caminhada com Deus, de seus relacionamentos com sua esposa, seus filhos e outros. Te cega sobre o que te acontecerá espiritual, física, emocional, mental, social, vocacional e relacionalmente.
  3. Cria expectativas irrealistas. Os homens começam a pensar que toda mulher deveria se parecer com aquelas e que esse tipo de relação é como seu relacionamento com sua esposa deve ser.
  4. Distorce sua visão do sexo. A pornografia te faz acreditar que o sexo é somente para o prazer do homem e que as mulheres são simplesmente objetos a serem usados, ao invés de criações de Deus que devem ser honradas e respeitadas.
  5. Nunca é o bastante. A pornografia tem um efeito crescente. Como uma droga, você precisa de mais e mais para satisfazer a lascívia. Ela te leva rapidamente a um caminho de destruição e para bem longe da paz, alegria, e relacionamentos saudáveis.
  6. Liberdade sobre o que você pensa e faz é perdida. Você se torna escravo de seus pensamentos pecaminosos que levam a atos pecaminosos.
  7. A culpa depois que você vê pornografia. Mas a culpa não é o suficiente para te prevenir de fazer na próxima vez.
  8. A sexualidade saudável é obscurecida pela pornografia. Sexo saudável é somente o sexo marital, que inclui sexo regular, sexo altruísta e sexo amoroso.
  9. Te isola e faz você se sentir totalmente sozinho e como o único que luta contra a pornografia e a lascívia.
  10. Ameaça seu relacionamento com sua esposa ou futura esposa (se você é solteiro), seu testemunho de Jesus Cristo, e tudo em sua vida que é importante para você. Você põe tudo isso em risco pela pornografia.
  11. Te mantém em um ciclo de autodestruição. A pornografia parece medicar a dor em sua vida, mas somente adiciona mais dor à dor. A pornografia te leva a fazer coisas que você nunca pensou que faria. O pecado te levará para mais longe que você gostaria. Ele te manterá mais longe que você gostaria. E te custará mais do que você gostaria de pagar.
  12. Lascívia – lascívia sexual pecaminosa – te leva a atos sexuais pecaminosos. Pornografia posta em sua mente é como colocar gasolina no fogo do desejo sexual errôneo, resultando em pensamentos e ações destrutivas.
  13. Mascara a verdadeira ferida.Você está procurando a cura e torna as coisas piores.
  14. Nunca é uma experiência neutra. Você não pode ver pornografia e não ser afetado por isso. Essa experiência é sempre inconsistente com a Palavra de Deus.
  15. Objetifica as mulheres. A pornografia as transforma em objetos sexuais. Ela sequestra a capacidade do homem de ver uma mulher mais velha como uma figura materna, uma mulher da mesma idade como uma irmã e uma mulher mais nova como a figura de uma filha.
  16. Traz um prazer muito curto, seguido por dor e mais dor.
  17. Abandonar torna-se a luta de uma vida. Uma vez que você permite que a pornografia entre, há uma batalha violenta com Satanás e com sua velha natureza para se vigiar. Uma vez que você permite que a pornografia entre em sua vida, sempre haverá uma batalha. É uma batalha vencível, mas uma batalha diária.
  18. Permanece em sua mente para sempre. Satanás mantém aquela imagem repetindo em sua mente para criar um ciclo de luxúria pecaminosa e te levar de volta à pornografia. Você se torna ligado a uma imagem, não a uma pessoa.
  19. A vergonha entra em sua vida. Culpa é sentir-se mal por algo que você fez. A vergonha, no entanto, é baseada em sentir-se mal por quem você é. A pornografia traz vergonha. Deus nunca traz vergonha. Satanás sempre traz vergonha.
  20. A confiança é perdida com as pessoas que você mais ama e respeita.
  21. Abre a porta para todo pecado sexual. A pornografia é um portal, uma entrada que traz nada de bom e tudo de doloroso, como masturbação compulsiva, desejos, práticas sexuais perigosas, visita a lugares adultos, uso de prostituição, práticas sexuais pervertida e abuso sexual.
  22. Viola mulheres. Como? Você está colocando seu selo de aprovação em uma indústria que degrada e desumaniza mulheres.
  23. Um convite para olhar para outras mulheres.
  24. Extingue a verdade. A pornografia promove a mentira. Você mente para os outros, mente para Deus e mente para si mesmo. Você mente mais para cobrir velhas mentiras. Você se torna uma mentira viva.
  25. Te liga a uma imagem. Você fica preso e ligado à imagem ao invés de sua esposa ou futura esposa se você é solteiro.
  26. Fecha seus lábios para o louvor a Deus, falar sobre sua fé, contar aos outros como eles podem experimentar Deus.
Obrigado pela leitura deste post. Visite a Página InicialCLIQUE AQUI

Artigo – Não Posso Andar Com Isso!


NÃO POSSO ANDAR COM ISSO! – Artigo

carregando_pesosSem perceber, vamos carregando pesos que a vida nos impõem: culpas do passado, mágoas não resolvidas, medos que não vencemos, escolhas erradas que tomamos. São muitos os fardos que podem se acumular dentro de nós.

O escritor aos Hebreus manda que nos desvencilhemos dos pesos que nos impedem de corrermos a carreira que nos foi proposta por Deus. (Hb 12:1-2) Mas, como será que podemos nos desvencilhar destes pesos?

A primeira resposta pode ser encontrada no próprio verso, onde o escritor nos manda olhar firmemente para o Autor e Consumador da nossa fé, que é Cristo Jesus. Creia que Ele te capacitará a se desvencilhar destes pesos desnecessários que você está carregando.

Uma outra atitude que deve ser tomada, pode ser encontrada na história de Davi, quando este teve que enfrentar o gigante Golias. Saul, o rei, tentou colocar em Davi uma armadura que se tornou um peso para ele. Davi imediatamente tomou uma ação maravilhosa, dizendo: “Não posso andar com isto!” (I Sm 17:38-40).

Quantas são as vezes, em que pessoas ou até mesmo a vida querem colocar sobre nós fardos que não somos obrigados a carregar?

Não se resigne! Não recue! Não se submeta a estes pesos!

Faça como fez Davi, retire estes fardos e pesos do seu coração, por meio da oração, e diga bem alto: Não posso andar com isto!

Que Deus te abençoe e te guarde!

Fonte: Pr. Josenildo Santos

Artigo_Cinco Pecados Que Cometemos e Não Nos Damos Conta


CINCO PECADOS QUE COMETEMOS E NÃO NOS DAMOS CONTA – 001

Nós que fazemos parte de uma comunidade cristã temos sempre a ciência do que podemos ou não fazer na condição de filhos de Deus em que nos encontramos. E quandovigarista se fala em pecado, sempre nos vem à mente situações padrão como fumar, matar, ver pornografia, roubar e por aí vai. O que não nos damos conta é que muitas vezes, à luz da Palavra de Deus, nós cometemos coisas que normalmente não veríamos como pecado. Mas, na verdade, são.

As situações que vamos apresentar abaixo representam algumas desses muitos ‘delitos’ que cometemos, algumas não somente no campo espiritual. Mas também em questões legais mesmo. Não queremos apresentar um libelo legalista, ou querer “julgar o próximo”. O que nós queremos é apresentar aos amados irmãos que todo erro, seja ele de menor ou de alto potencial, pode ser perdoado por Deus, desde que abandonado (Lucas 15.7,10) E todos nós estamos sujeitos a um ou mais desses pecados como esses*. Vejamos:

01 – Comprar produtos piratas

393184 09: A dealer of counterfeit pop and rap music CDs sells his merchandise August 13, 2001 on a street in New York City. Constantly keeping one eye out for the police, these wandering dealers of knock-off CDs, purses, sunglasses, watches and videos can be found by the dozens in any of the tourist districts of New York City. (Photo by Spencer Platt/Getty Images)

Este não é somente um pecado, como também um crime contra a propriedade intelectual. Quem produz algo como um filme, um CD ou um aparelho celular devidamente patenteado, tem o direito de receber os valores referentes. A pirataria tira essa possibilidade. Segundo o artigo 184 do Código Penal Brasileiro, a violação dos direitos do autor e os que lhe são conexos pode render uma pena de detenção de três meses a um ano, ou multa.  Na Bíblia está escrito: “Ai daquele que ajunta em sua casa bens mal adquiridos (…)” (Hc 2.9a). Outras versões trazem “lucros criminosos”, que é exatamente o que a pirataria traz. O que tem de ‘crente’ com caixas e cestos lotados de filmes pirateados, não é brincadeira. A criatura não tem coragem de pagar R$4 numa locadora, mas paga R$ 10 e até R$20 num DVD muitas vezes com imagem e sons ruins. E o que dizer do pastor que prega contra irmãs que pintam o cabelo ou quem escuta rock pesado, mas na imagem do data show é mostrado que o “Windows não é original”?

02 – Fazer downloads ilegais

downloadsQuem nunca baixou na net uma música em Mp3 ou um episódio da sua série favorita que atire a primeira cadeira. Como dissemos no início, todos nós estamos sujeitos a isso, que também é um crime contra a propriedade intelectual semelhante à pirataria. E nossos Pcs,pendrives e Hds externos estão cheios de material baixado ilegalmente na net. Grandes sites de compartilhamento de arquivos, como o Megaupload, chegaram a ser desativados e seus proprietários condenados a sanções até absurdas. Mas isso reflete na gravidade do crime que é cometido. Os detentores dos direitos sobre filmes e músicas deixam de arrecadar bilhões por conta dessa prática, tão comum nos dias de hoje quanto respirar. É claro, é um caso que ainda gera muita discussão. Tanto é que há movimentos, como o “Música para Baixar (MPB)” que evocam produções artísticas livres para serem compartilhadas para quem quiser.

03 – Exibir filmes restritos em um “cine gospel”

cinema021O líder do grupo jovem, na tentativa de motivar mais a galera, tem uma ideia genial: locar um ou mais filmes com temáticas cristãs para exibir na igreja durante o horário que seria para o culto jovem. E com direito a muita pipoca e refrigerante! É uma festa só e ao final, o líder tem o sentimento de satisfação e de ter contribuído com a obra de Deus. Mas o que esse gênio não se deu conta é de que isso é CRIME. Sim, queridos. Se o amado irmão parar para ler a advertência no início de todo DVD (e quase nunca alguém o faz), vai reparar que lá está descrito: “Os que têm posse dos títulos das obras proíbem expressamente a exibição pública, reprodução, distribuição, aluguel em estabelecimento diferente de locadoras assim como sua comunicação pública em centros culturais, comunidades, instituições educativas, empresas, clubes, IGREJAS, hotéis, bares, etc.etc.”. Ou seja, qualquer espaço não residencial com acesso a equipamento de vídeo, DVD ou semelhante necessita licença para exibir uma obra audiovisual e que deve ser feita pelo detentor dos direitos da obra, o distribuidor ou o produtor. E qual igreja faz isso? É claro, há obras que são produzidas especificamente para exibição em público e que não necessitam de autorização. Por isso, é preciso verificar se o filme escolhido está inserido nesse contexto.

04 – Comprar e não pagar

pagueSeu nome está no SPC ou Serasa? Se sim, você não está sozinho. Todo brasileiro já passou por isso um dia ou está passando. Mas é claro, o cristão tem por obrigação viver de forma diferente da maioria. Ser exemplo. Mas isso, dificilmente acontece. Nós compramos algo numa loja em suaves prestações e aí o salário atrasa e o orçamento fica mais apertado. Daí vem os atrasos no pagamento e quando nos damos conta, nosso nome está “sujo” na praça. E os ‘crentes’ que compram fiado na quitanda ou mercadinho, prometendo pagar “em nome de Jesus” e leva milênios para fazê-lo? A Bíblia diz: “Ai daquele que edifica a sua casa com injustiça e os seus aposentos, sem direitos! Que se vale do serviço do seu próximo, sem pagar, e não lhe dá o salário” (Jer. 22.13). Daí vem a necessidade de nos consertarmos e procurar andar na linha. E claro, quitar nossas dívidas e tirar o nome da restrição de crédito.

05 – Desrespeitar as leis de trânsito

multaAlgo tão comum em nossos dias, né? O irmão vai levar a varoa de moto ao culto, na igreja que fica a poucos quarteirões. E vai sem capacete. Ou o líder dos senhores que dirige sem usar o cinto de segurança. Ou ainda, o pior: aqueles que transitam dia e noite sem estar devidamente habilitados. Situações como essa são cometidas sem o menor pudor. Além de serem configuradas como infrações, são práticas que, à luz da Bíblia, são condenáveis. “Não há de ficar em minha casa o que usa de fraude…” (Sl 101:7a). Deus sempre é invocado tão intensamente quando o sujeito se depara com uma blitz ou viatura policial passando bem ao seu lado. E quando consegue se safar, lança dispara “Aleluia, Senhor! Obrigado, meu Deus! Glória ao teu nome, ó Jeová”. Não podemos exigir que as pessoas orem mais, que sirvam a Deus ou que sejam “ungidos e consagrados” se nós mesmos não andamos conforme as leis e conforme a Palavra. E o resultado disso pode ser catastrófico. Nossas vidas e a de outros correm sérios riscos se não respeitarmos as leis de trânsito. Se não é habilitado, matricule-se numa autoescola o mais breve possível. Se já tem CNH, cumpra com as obrigações referentes ao trânsito, dirigindo com atenção, portando os documentos e respeitando condutores e pedestres à sua volta. E se beber, que seja água, suco ou refrigerante. Certo?

Pois bem, queridos. Retomamos o raciocínio inicial de que o propósito deste post não é apontar erros, mas esclarecer. Se você comete um ou mais desses delitos (e comete mesmo), convém tomar o caminho certo. A lista de coisas ilícitas que são praticadas com extrema ignorância é longa. Há ainda os hábitos alimentares (comer até estourar), idolatria aos ‘artistas gospel’, dizer mentiras “bobinhas”, exagerar na vaidade, e etc. Vamos abordar, com ciência e à luz das Escrituras, em outra oportunidade. Que Deus abençoe a todos!

Fonte:  http://www.universogospel1.wordpress.com